Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Espaço para discussão em geral, sobre assuntos não relacionados à SEGA. Área em homenagem ao usuário mais off-topic do fórum!

Moderador: Moderadores

Avatar do usuário
Sonymaster
Mensagens: 1000
Registrado em: Seg Out 30, 2017 11:52 pm
Localização: Pernambuco

Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por Sonymaster » Qui Jan 10, 2019 8:38 pm

Se hoje nós temos uma participação importante no mercado de games, é bom olhar para o passado e ver as primeiras iniciativas. Os videogames sempre foram queridos entre os brasileiros. Então não é de se espantar que, desde os anos 90, com Tectoy e Playtronic, algumas coisas interessantes aconteciam.

Imagem


Para jogarmos hoje 99 Vidas – O Jogo, Horizon Chase, ou Dandara, entre outros, houveram iniciativas interessantes antes, que, de uma forma ou de outra, serviram de preparo para um mercado que, se hoje faz bonito, tem potencial para ir ainda mais longe pelos próximos anos.

Uma destas iniciativas foi o Street Fighter 2 brasileiro. Feito pela Tectoy para o Master System, com a autorização da Capcom, o game extrapolou os limites do 8-bits da Sega. Oferecendo assim, 8 Megabits. E, mesmo com muitos cortes, como a própria Tectoy revela em material disponível em seu blog, o jogo agradou, e encontrar um cartucho nos dias de hoje é tarefa pra quem pode desembolsar uma média de 400 dólares nele.

Imagem


A Super Game Power #42, de setembro de 1997, deu destaque para as investidas da Tectoy. Com o título “A Central Brasil de Games”, a matéria destaca a adaptação de Street Fighter 2. Mas também lembra outros projetos encabeçados pela empresa. Como, por exemplo, Mônica no Castelo dos Dragões, e Phantasy Star que são games que receberam um carinho especial. Como a adaptação do Wionder Boy. Ou a localização completa de Phantasy Star em uma época na qual isso não era comum. E nem fácil.

Nesta época, a equipe responsável pelos games contava com três artistas e quatro analistas de software, de acordo com a publicação. Eles trabalhavam com adaptação, tradução, conversão e também com o desenvolvimento completo de um jogo. Sobre o desenvolvimento, a matéria explicou os processos do trabalho.

Primeiro, de acordo com a reportagem, eles procuravam um personagem adequado. Achando-o, eles conheciam todos os detalhes de sua história, como personalidade e elementos de seu universo. Os desenhistas começavam a definir os traços do personagem e dos cenários, quando enfim, os analistas montavam o game.

O primeiro jogo feito desde o zero pela Tectoy foi Férias Frustradas do Pica Pau, para Mega Drive e Master System, e logo em seguida, Street Fighter 2 para o Master System, com sua mistura de conversão e desenvolvimento. Na matéria, Edson Nakaya, assistente de desenvolvimento e desenhista na época, disse que “quando a gente desenvolve um jogo do começo ao fim, o prazer é maior”. Sensação esta que diversos desenvolvedores brasileiros sentem ao divulgar seus projetos para o público.

Imagem


Esta SGP de 1997 já mostrava um pouco do talento que o brasileiro já tinha com videogames. Mais do que jogadores, nosso país começaria, aos poucos, a criar desenvolvedores. E, em um cenário que contava com empresas como a Tectoy, que ofereciam propostas ousadas para um mercado ainda em ascensão, não houve terreno melhor pra começar.

E só para lembrar, Street Fighter 2 ganhou review na mesma edição. O game levou nota 4/5 e agradou o lendário Baby Betinho. Ele gostou do visual, achou boa a velocidade e curtiu as vozes digitalizadas.

Fonte: Arkade
Sega x Big N Jogador de Videogame das décadas de 1980 e 1990

DrasgonDigger
Mensagens: 1841
Registrado em: Sex Jul 10, 2009 3:13 pm
Localização: São Paulo
Contato:

Re: Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por DrasgonDigger » Qui Jan 10, 2019 9:26 pm

Tenho Street, mas ainda bem que paguei apenas 90,00 sem manual. Mas top o tópico e a matéria da revista. Graças a estas revistas ficavamos por dentro de coisas que nem imaginávamos.
Imagem

Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Sonymaster
Mensagens: 1000
Registrado em: Seg Out 30, 2017 11:52 pm
Localização: Pernambuco

Re: Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por Sonymaster » Qui Jan 10, 2019 11:20 pm

DrasgonDigger escreveu:
Qui Jan 10, 2019 9:26 pm
Tenho Street, mas ainda bem que paguei apenas 90,00 sem manual. Mas top o tópico e a matéria da revista. Graças a estas revistas ficavamos por dentro de coisas que nem imaginávamos.
Por isso tenho todas em PDF, ou quase todas, baixei muita coisa no retroscans e Datacassette.
Sega x Big N Jogador de Videogame das décadas de 1980 e 1990

DrasgonDigger
Mensagens: 1841
Registrado em: Sex Jul 10, 2009 3:13 pm
Localização: São Paulo
Contato:

Re: Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por DrasgonDigger » Sáb Jan 12, 2019 10:05 pm

Eu tenho um pac com uma porrada de revistas em PDF, o trampo dos caras merece respeito, da muito trabalho scanear tantas revistas.
Imagem

Imagem Imagem Imagem Imagem

Avatar do usuário
Jair
Mensagens: 5196
Registrado em: Qui Ago 30, 2007 10:10 pm

Re: Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por Jair » Dom Jan 13, 2019 2:12 am

Como assim 400 dólares, vendi o meu por 50 reais, praticamente lacrado.

Sent from my Moto G Play using Tapatalk


----
Manuais, scans, pôsters, panfletos, tudo sobre Tectoy em:
http://www.sega-brasil.com.br/Tectoy/

Ecco 2 is like injecting awesome into your body. They don't make games like this any more.

Avatar do usuário
Sonymaster
Mensagens: 1000
Registrado em: Seg Out 30, 2017 11:52 pm
Localização: Pernambuco

Re: Jogos feitos no Brasil foram destaque da Super Game Power de setembro de 1997

Mensagem por Sonymaster » Sáb Jan 26, 2019 12:20 am

DrasgonDigger escreveu:
Sáb Jan 12, 2019 10:05 pm
Eu tenho um pac com uma porrada de revistas em PDF, o trampo dos caras merece respeito, da muito trabalho scanear tantas revistas.
Sempre bom guardar e fazer um backup para preservar mesmo, o pessoal do Retroscans tiveram uma ótima iniciativa, acho que foi uma parte o pessoal do Retrobits e Nes Archive eu acho.
Sega x Big N Jogador de Videogame das décadas de 1980 e 1990

Responder